domingo, 24 de maio de 2015

A maternidade

Foi um sonho tornado realidade! Mas, para que percebam a minha ausência, vou comentar como foi o meu último ano de vida. Acreditem que não vos tomarei muito tempo!

Decorria o mês de maio-14 quando percebemos que estávamos grávidos. Tratava-se da primeira falta portanto ainda teríamos longos meses pela frente. A preocupação foi terminar o semestre que felizmente e apesar da sonolência extrema foi concluído com sucesso.

Sabia que a nossa casa não estava preparada para receber a bebé, pois teria de ocupar o espaço que era o escritório. Isto significou uma enorme mudança em toda a casa. Não exagero, mas vou poupar-vos aos pormenores limitando a comentar que as mudanças terminaram pouco antes de a menina nascer. Para ser mais específica, as mudanças terminaram poucas horas antes de a Leonor decidir apresentar-se aos papás.

Ao mesmo tempo que organizava a casa fui recebendo toneladas de roupa gentilmente cedidas por familiares e amigos. Foi a loucura. Existiram momentos em que me apetecia desaparecer do meio do caos que se havia instalado. Com muita paciência lá fui colocando alguma ordem e separando tudo por meses, lavando as peças mais pequenas e arrumando as maiores.

O parto foi normal e a nossa menina nasceu com 3.235 kg (sempre adorei o preciosismo das mães no momento de comentar o peso!) e 45 cm de altura.

Uma semana depois de a ter nos braços achei-me em condições de trabalhar, mas a coisa não correu nada bem. Não me conseguia concentrar no trabalho, não conseguia concentrar-me na bebé recém-nascida que precisava de mim e nem conseguia fazer face às tarefas domésticas mais básicas, principalmente porque estava sozinha tendo o apoio do pai apenas ao final do dia. Ao fim de um mês desta loucura, decidi dizer "basta". Tinha de me dedicar à minha princesa e recuperar a minha sanidade mental.

Dediquei-me a recuperar as milhentas horas de sono perdidas, a acompanhar a minha bebé a cada segundo e, aos poucos, fui introduzindo as demais tarefas domésticas.

Aproveitei a licença de maternidade para adiantar as limpezas de verão e dar conta de alguma reciclagem.

Durante a gravidez foram raros os momentos de puro lazer, assim como os momentos de descanso já que uma grávida necessita dormir mais horas. A minha rotina habitualmente de correria em nada afetou a minha bebé, que é muito calminha, mas sugiro a todas as futuras mamãs o mesmo que tanto me sugeriram mas a que não prestei atenção: durmam e descansem muito e não tenham vergonha em pedir ajuda. 

Agora que já temos a casa organizada e estabelecida a rotina da bebé, volto a trabalhar! Ou seja, o equilíbrio que acabo de conquistar sofrerá um ligeiro abanão!

Quanto à culinária, garanto que continua a ser uma paixão, no entanto, e porque tive de priorizar e simplificar, ficou para segundo plano e as refeições passaram ao básico dos básicos, sem grandes oportunidades para tirar foto e, infelizmente, os menus repetidos aos quais tenho enorme aversão voltaram em força.

Porque foi dos momentos mais saudáveis para mim, espero brevemente poder dedicar-me novamente à partilha de receitas!

Agradeço as mensagens de apoio que foram deixando, bem como as visualizações que se mantiveram quase inalteráveis!



quinta-feira, 7 de agosto de 2014

O doce de bolacha e um sonho!

Um doce era o que estava a faltar aqui no blogue! Um doce e uma grande novidade! Mas, comecemos pelo doce!
 
Não me lembro da última vez que preparei um doce de bolacha e, sinceramente, ainda não fiquei convencida. Como sei que a prática leva à perfeição, vou insistir até conseguir uma receita de improviso que me agrade. Esta receita vem na revista Gourmet editada este mês.
 



 
Ingredientes (10 pessoas):
- Canela em pó para polvilhar;
- 250 gr de bolacha tipo maria;
- 3 dl de café pronto forte;
Para o creme:
- 250 gr de manteiga à temperatura ambiente;
- 250 gr de açúcar em pó;
- 0,5 dl de café pronto forte;
Decoração:
- fios de ovos de compra;
- amoras.
 
Modo de preparação:
1- Bata a manteiga com o açúcar até obter um creme fofo. Incorpore o café.
 
2 - Coloque um aro com 20 cm de diâmetro num prato de servir. Espalhe um pouco do creme no fundo, polvilhe com canela e disponha uma camada de bolachas passadas pelo café. repita a operação até terminar os ingredientes, finalizando o creme; leve ao frio pelo menos uma hora.
 
3 - No momento de desenformar, passe a faca à volta do interior do aro e retire-o. Decore com fios de ovos e amoras e sirva-o fresco.
 
O que alterei? Como a minha cara metade não gosta de canela, optei por amêndoa laminada. No final, polvilhei com amêndoa e com framboesas e uvas que tinha congeladas, para cortar o excesso de manteiga!
 
O que quero alterar? O modo de preparar o creme. Quero experimentar fazer sem manteiga. Acho que claras batidas em castelo misturadas com miolo de amêndoa e açúcar em pó podem ser a solução que procuro! O que vos parece?
 
Quanto ao sonho? Não preparei este doce sozinha! Assim como não prepararei os próximos! Tenho a minha princesinha a crescer na minha barriguinha! Um sonho tornado realidade e já com 14 semaninhas e o grande motivo da minha ausência tanto no meu blogue como no dos amigos que tanta inspiração têm proporcionado.
 
Obrigada por todas as mensagens que deixaram no passado e por continuarem a passar aqui. Claro está que os próximos posts serão enriquecidos com a nova experiência!

terça-feira, 20 de maio de 2014

A rotina e o bolo da tia Laura

Concluo que efectivamente não sei dizer "Não". Olho para a minha lista de tarefas e percebo que alguns dos seus itens resultam de pedidos de terceiros. Ainda ontem perguntava ao marido se, no momento de apresentar-me a exame para uma das disciplinas deste semestre, apareceriam as pessoas que estão sempre a ligar-me a pedir favores.
 
Por exemplo, na passada sexta feira organizei um jantar aqui em casa. Tinha tudo mais ou menos organizado, e sabia muito bem que o tempo que eu tinha disponível era suficiente para garantir que tudo estaria perfeito. Eis que a vizinha de baixo vê-me na janela a estender roupa e lembra-se de comentar comigo acontecimentos da sua vida. E ali estamos nós, mais de meia hora a falar. E assim, passamos do "Bom dia/boa tarde" para a partilha de temas de índole privada. Apesar de apertadinha de tempo, eu escutei-a pois percebi que era isso que a vizinha queria. Mas não dava jeitinho nenhum...
 
Depois disto, ligam-me a pedir para ir buscar os sobrinhos à escola. Ok, os imprevistos acontecem. Não tem problema. Ou melhor, até tem, mas não é propriamente o fim do mundo.
 
O pior é que ainda tenho de ir ao hiper buscar o que me faz falta e, aproveitando que tenho o talão de 10% de desconto, repor uma série de coisinhas.
 
Juro que não me lembro de alguma vez ter feito as compras tão depressa! Era suposto fazer um bolo, mas pensei: "Rita, sê prática mulher! Limita-te ao bolo da tia Laura." E pronto, fui buscar um pão-de-ló de compra, um pacote de natas, uma lata de ananás e uma tablete de chocolate.
 
Parecia uma louca no hiper, na caixa do hiper, na corrida da caixa para o carro, do carro para a escola, da escola para casa (rua da frente, LOL) e do carro para casa. Ao pousar os últimos sacos pensei: "Consegui! Boa, só falta fazer o filho!".
 
Depois, foi "aturar" os meus sobrinhos. O mai novo anda na fase das maldades. Fecha-se, e fecha os outros, em tudo o que é divisão. Já a sobrinha, anda teimosa teimosa teimosa teimosa. Nêm imaginam o treco que me ia dando por gerir todo este stress. Foi engolir copos e copos de água para reduzir os níveis de ansiedade!
 
Fiz o bolo. É muito simples:
1 - Forrar uma forma com película aderente e reservar.
2 - Montar as natas e adicionar um pouco do sumo do anánas de conserva e o anánas cortado a gosto.
3 - Cortar o pão-de-ló em fatias e dispor no fundo da forma, fazendo uma primeira camada.
4 - Regar o bolo com um pouco do sumo do ananás e deitar parte do preparado das natas. Repetir uma camada de fatias de bolo e assim sucessivamente até a última camada ser de bolo.
5 - Reserve o bolo no frigorífico até ao momento de servir.
6- Ao servir prepare o molho de chocolate e delicie-se.
 
Espero que a vossa rotina seja bem menos stressante!

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Bolo de limão regado com lemon curd

Se podia viver sem a Bimby? Podia, mas não seria a mesma coisa! Por isso, deixo mais uma sugestão preparada com a sua ajudinha!
 
Antes, tenho de comentar que as experiências com o forno começam a melhorar, mas ainda não atino bem com a temperatura. É um bocado frustrante mas acredito que lá chegarei. Entretanto, já inclui na minha lista a compra de um termómetro para medir e controlar a temperatura do forno. A minha tática foi ligar e deixar aquecer bem (enquanto fazia a massa) depois, com o forno bem quente, baixei a temperatura e coloquei a forma tapada com papel de alumínio para evitar que a superfície começasse a alourar quando previa que o bolo demoraria um bocado a cozer. Passados 15 minutos, fui espreitar. O bolo havia crescido tudo o que tinha de crescer e estava branquinho. Retirei o alumínio e deixei ficar mais uns 10 minutos. Findo esse tempo, estava lourinho mas cru no meio. Aqui comecei a achar que não iria resultar... Baixei um pouco mais a temperatura e voltei a tapar com folha de alumínio para que cozesse sem queimar a superfície. Foi a melhor ideia que podia ter tido. O bolo cozeu sem queimar por cima, mas ficou com o efeito queijo que acho que resultou das variações da temperatura e, claro que ficou escurinho por baixo e dos lados, o que implicou "descascar" o bolo. Para desenrascar a apresentação, cortei em fatias e reguei com o lemon curd. Conclusão? De um jantar para 4 pessoas sobraram umas 4 fatias! Parece que nem tudo se perdeu, verdade?
 
 
 
(In Bimby 100 receitas, nº 59)
Ingredientes:
- 260 gr de açúcar;
- 2 limões;
- 4 ovos;
- 200 gr de natas;
- 100 gr de manteiga;
- 250 gr de farinha;
- 1 clh de sopa de fermento em pó para bolos;
- manteiga e farinha para untar.
 
Modo de preparação:
1 - Coloque no copo o açúcar, a casca de 1 limão e pulverize 15 seg/ vel 5.
2 - Coloque a borboleta, adicione o sumo de 2 limões, os restantes ingredientes, exceto a farinha e o fermento e programe 5 min/ vel 4.
3 - Pré-aqueça o forno a 180º C.
4 - Junte a farinha e o fermento e programe 15 seg/ vel 3.
5 - Deite o preparado para uma forma de bolo inglês previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha.
6 - Leve ao forno por 30 minutos.
7 - Terminado o tempo deixe arrefecer e desenforme.
Sirva regado com o lemon curd.
 
Espero que gostem! Nós devorámos o bolo!

terça-feira, 15 de abril de 2014

Creme de espargos com parmesão

Agora temos uma nova moda! Oferecer uma sopinha para começar o nosso jantarinho! E esta, é uma sugestão muiiiito boa.
 
 
 
(In Bimby Dez-13, pg. 22)
Ingredientes (para 6 doses):
- 30 gr de azeite;
- 100 gr de cebola cortada em pedaços;
- 220 gr de alho-francês cortado em pedaços;
- 1000 gr de água;
- 2 clhs de chá de caldo de legumes;
- 400 gr de espargos verdes cortados em 3;
- 30 gr de parmesão com casca;
- 1 clh de chá de sal;
- 1 pitada de pimenta.
 
Modo de preparação:
1 - Coloque no copo o azeite, a cebola, o alho-francês, pique 10 seg/ vel 5 e refogue 5 min/ varoma/ vel 1.
2 - Adicione a água, o caldo de legumes, os espargos, a casca do queijo (não tinha, por isso coloquei uma fatia do queijo parmesão), o sal e a pimenta e coza (15 min/ varoma/ vel 1). Com a espátula retire a casca (como não usei a casca triturei tudinho).
3 - Triture 2 min e vá progressivamente até à velocidade 7. Sirva guarnecida com lascas de parmesão.
 
Não usei o alho francês, e não sei se terá sido por isso que achei o creme líquido demais, pois isso acrescentei uma batata descascada e lavada, deixando cozer por 15 min e tendo voltado a triturar tudo.
 
Espero que gostem!

domingo, 13 de abril de 2014

Frango com ervilhas

O domingo passado foi dedicado à culinária, pois queria adiantar as refeições dos dias seguintes. Abusei do fogão e da bimby, ao mesmo tempo que ia lavando e arrumando a loiça que ia sujando. Terminei o dia muito cansada, mas valeu a pena já que no decorrer da semana foi só abrir o frigorífico e decidir o que comer.




(In Bimby Mar-14, pg. 21)
Ingredientes (4 pessoas):
- 6 pernas de frango sem pele (aprox. 750 gr) (usei peitos de frango);
- 2 clhs chá de sal;
- 1 pitada de pimenta;
- 30 gr de azeite;
- 100 gr de bacon;
- 450 gr de ervilhas descongeladas;
- 12-18 cebolinhas (usei 1 cebola);
- 20 gr de manteiga;
- 100 gr de vinho branco;
- 250 gr de água;
- 1 clh de chá de caldo de galinha;
- 2 clhs de chá de açúcar;
- 1 clh de chá de estragão;
- 100 gr de alface iceberg (usei frisada) cortada em pedaços;
- 100 gr de natas (usei de aveia, à venda nas lojas Celeiro).

Modo de preparação:
1 - Coloque na varoma uma folha de papel vegetal, as pernas de frango e tempere com 1 clh de chá de sal e a pimenta. Reserve.
2 - Coloque no copo o azeite e o bacon e salteiee 5 min/ varoma/ vel 1. Deite o frango e feche o papelote.
3 - Coloque no copo as ervilhas, as cebolinhas, a manteiga, o vinho branco, a água, o caldo de galinha, 1 clh de chá de sal, o açúcar, o estragão e a varoma e programe 30 min/ varoma/ lâmina inversa / velocidade colher. Retire a varoma.
4 - Adicione no copo a alface e as natas e programe 5 min/ 100º C/ lâmina inversa/ del colher.
5 - Sirva o frango com as ervilhas e sirva com arroz branco.

Nós comemos só assim, as ervilhas com o frango, mas claro que o arrozinho vai muito bem.

Espero que gostem!

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Doce de limão

Do fim de semana passado na casa dos sogros viemos carregados com limões e laranjas. As laranjas foram comidas e bebidas! Com os limões preparei lemon curd, um delicioso bolo de limão e este doce!
 

(In Bimby, Mar-14 pg. 42)
Ingredientes (5 taças):
- 100 gr de açúcar, mais algum para caramelizar;
- 1/2 limão, só casca;
- 450 gr de leite;
- 3 gemas;
- 30 gr de amido de milho;
- 100 gr de sumo de limão.
 
Modo de prepação:
1 - Coloque no copo o açúcar e a casca de limão e triture 10 seg/vel 9.
2 - Adicione o leite, as gemas e o amido de milho e programe 6 min/ 90º C / vel 4.
3 - De seguida programe 1 min/ 90º C/ vel 4 e adicone através do bocal da tampa o sumo de limão em fio. Distribua por taças e queime a superfície com um maçarico ou um ferro para queimar.
 
Como não tenho o maçarico, polvilhei com canela em pó.
 
Espero que gostem! É uma delícia! ;)