quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Bolo de chocolate de 4 camadas



Várias


Como prometido, aqui segue a receita de mais um doce! Se estão deprimidos, experimentem, primeiro, porque cozinhar ajuda a eliminar ideias menos boas e a limar humores menos agradáveis; segundo, porque depois do trabalho na cozinha, nada melhor que aproveitar um momento em que nos dedicamos a nós e nos mimamos com uma gulosa fatia deste bolo...

Ingredientes:
Para a massa do bolo:
200 gr de farinha de trigo
275 gr de açúcar
1/2 colher de chá de bicarbonato
50 gr de cacau
175 gr de manteiga
80 ml de natas
1 colher de sopa de baunilha
2 ovos
1/2 chávena de água fervida (+/- 1,25 dl de água)
175 gr de pepitas de chocolate

Para a calda:
125 ml de água
100 gr de açúcar
1 colher de chá de cacau

Para o topping:
Raspas de chocolate


Estou contente porque descobri que um dos instrumentos que tenho no fundo de uma prateleira, é parecido com a máquina que a Nigella usa para os bolos, cuja preparação da massa implica apenas juntar e misturar todos os ingredientes!

Que fácil! Claro que o usei, não perguntem como se chama, porque não sei, mas vou investigar e deixarei uma foto.

Muito bem, misturei todos os ingredientes, com excepção da água e das pepitas de chocolate, que envolvi com uma espátula.

Quanto à água, primeiro medi uma chávena de chá cheia, e depois dividi a metade para saber a quantidade correcta.

Já as pepitas, como não faziam parte da minha despensa, usei uma tablete de 200 gr, medi 175 gr, e parti com uma faca de cozinha. Acreditem, vai dar ao mesmo!

O forno é pré-aquecido a 175º, e a forma é forrada com papel de alumínio. Vai ao forno durante uma hora.

Desta vez, fui mais paciente, até porque aproveitei para engomar, e quando terminou o tempo de cozedura, desliguei o forno e deixei a porta ligeiramente aberta, para esbater as diferenças de temperatura, evitando que o bolo ficasse com aspecto de "enqueijado" ou que diminuisse metade do tamanho!

Depois de arrefecido, e recorrendo a um fio de esparguete (cru, obviamente), fazemos furos no bolo, que continua na forma. O objectivo é que a calda seja bem absorvida. Não se assustem se vos parecer que o meio está cru.

A preparação da calda é fácil, colocamos o açúcar e a água, com a colher de cacau, ao lume. Não mexam com colher quando estiver ao lume, limitem-se a agitar o tachinho, e deixem ferver por 5 minutos.

Com a calda preparada, "regamos" o bolo, com tranquilidade, para que a operação corra bem! Por último, e recorrendo ao resto da tablete de chocolate, usamos a faca para a reduzir a lascas, que usamos para decorar o bolo.

Et voilá! É só comer...



Esperem para ver o ovo escalfado que aprendi a fazer com a Nigella, e que adorei!!!



Bon appétit!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua participação!