quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Temperos


Já perdi a conta às receitas que rejeitei ou que alterei quase a 50%, porque não tinha os temperos e especiarias recomendados. Por muito bom que fique o improviso, perdemos sempre o toque especial dos verdadeiros chefs.

Por isso, este mês perdi um pouco a cabeça e decidi melhorar a minha despensa para futuro apuramento de paladares.

Claro que a revista Sabores de Cozinha, especial Temperos, ajudou.

De momento, mantenho algumas especiarias nas embalagens de compra, mas as mais utilizadas quase diariamente estão afixadas na parede com o sistema de íman que dá um jeitão.

O objectivo é sugerir os que me lembro de ver mais, e que correspondem aos que comprei.

Quanto a especiarias, conto com:
- Pimenta (5 pimentas da Espiga, com moínho incorporado);
- Mostarda em pó;
- Gengibre branco (excelente para a receita de potes de chocolate que hei-de repetir);
- Paprika (que utilizo para os pastéis de bacalhau);
- Canela moída (não carece de apresentação);
- Mistura de ervas aromáticas para grelhados de peixe;
- Louro (excelente para aromatizar qualquer prato, mas sem abusos);
- Pimentão doce (o amigo de qualquer amador);
- Caril (o ingrediente da semana!);
- Salsa seca (uma novidade para mim);
- Cominhos (usado para morcelas, não abusem... já comentei o resultado!);
- Tomilho;
- Oregãos;
- Ervas de providence (uma mistura de diferentes ervas, que ajuda a dar um gostinho especial);
- Chili;

Para os caldos, lembro-me que a minha mãe usava muito as misturas como sopa de cebola, ou de marisco, em pó, e que ficam bem com o frango de cerveja a primeira, e com o arroz de marisco a segunda. De momento, tenho apenas os não menos famosos caldos Knorr de peixe, que usei para fazer o caldo de peixe para a receita de abóbora com marisco.

Outras novidades foram os molhos: Inglês e de Soja.

Quanto a produtos à base de tomate, além da tradicional Polpa de Tomate, comprei o molho para Pizza, mais por curiosidade, pois tenho sempre a impressão de que tudo o que sejam preparados ou misturas, implicam sempre a utilização excessiva de corantes, conservantes, etc.


Com toda a certeza que faltam muitas coisas, mas para uma amadora a experimentar a arte de bem cozinhar à relativamente pouco tempo, há muito que explorar e aprender!



Bon appétit!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua participação!