segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Almôndegas de Arroz e um almoço caótico!

(In Cozinha fantástica em 30 minutos)

Tenho a impressão de que este fim-de-semana passou a voar. Tenho poucas ou nenhuma receita a postar, aliás, esta resultou de uma refeição menos interessante que resumo como catastrófica.

Depois de uma noite mal dormida, em que adormeci por volta das 05:00 e acordei antes das 11:00, com a música dos Abba "I have a dream", gentileza da vizinha para com toda a vizinhança, não me atreveria a tocar nos tachos porque sentia que apesar de acordada, continuava num estado de letargia.

O S. convidou o P. para almoçar connosco. Faz parte da família, portanto, no problem. O que fazer? Não tinha nada descongelado, apenas um pouco de bacalhau que reservámos para fazer uns pastéis.

Ementa que improvisei: creme de ervilhas e pastéis de bacalhau acompanhados de arroz branco. Convencida de que conseguia fazer tudo de memória, comecei a preparar tudo.

Conclusão: O creme de ervilhas, não era creme era pasta de ervilhas, ou puré se preferirem; os pastéis de bacalhau pareciam pastéis de batata; o arroz, não percebi se cozeu demais ou de menos. Pior! Lembrei-me de fazer pão de alho no forno. Armada em mulher desenvencilhada na cozinha, liguei o forno sem me lembrar que tinha a massa para o pão a levedar no forno, dentro de um recipiente de plástico. Não preciso dizer o que aconteceu, pois não?

Resumo: Um verdadeiro desastre!

Todos comeram, e ninguém disse nada. Claro que os pratos falaram por si.

P. se leres este post, aproveito para apresentar publicamente desculpas pela péssima refeição!

Bem, nem tudo se perdeu.

O que fazer com o que sobrou do arroz? Almôndegas de arroz, o meu almoço de hoje.

Ingredientes, para 2 pessoas:
250 gr de arroz
1 ovo batido
Queijo parmesão, sal e pimenta q.b.
Farinha e pão ralado

Preparação:
Misturar o arroz com o ovo, o queijo, o sal e a pimenta. Moldar as bolinhas e passá-las por farinha e depois por pão ralado. Fritar em azeite até estarem bem douradas.

Felizmente não tinha 250 gr de arroz, porque apesar do caos, sempre comemos alguma coisa. Apesar de deixar as medidas originais, tinha apenas 150 gr de arroz, como deitei o ovo todo na tigela, misturei um pouco de pão ralado, caso contrário seria impossível moldar as bolinhas. Mesmo assim, para quem tenha tão pouco jeito quanto eu, sugiro que utilizem uma colher de sopa para retirar a quantidade necessária a formar a bolinha, depois, na mistura da farinha comecem a dar o formato de bola, já no pão ralado a tarefa é mais fácil.

Demora mais ou menos 2 minutos a fritar de cada lado. E, começando a fritar ganha alguma consistência sem se desmanchar a bolinha.

Experimentem, é uma forma de aproveitar restos de arroz.


Ah! Quanto ao puré de ervilhas, acrescentei água, deixei ferver, e jantámos um verdadeiro creme de ervilhas com hortelã!




Bon appétit!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua participação!