quinta-feira, 10 de março de 2011

Caril de Frango







3

Já deixei as receitas das últimas sobremesas preparadas, mas ficou para depois a receita do prato principal. Foi a primeira e a segunda vez que preparei caril de frango, sem leite de coco porque está esgotado aqui na zona.

Pensava que fosse mais elaborado de preparar e, pelo resultado, posso dizer que estava óptimo, pois não sobrou nada.


Ingredientes:
4 coxas de frango
1 cebola
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de óleo
4 colheres de sobremesa de caril
2 grãos de piripiri
1 chávena de caldo de galinha
1,5 dl de natas


Modo de preparação:
Comecei por retirar a pele ao frango que reduzi a pedaços de frango cortados quase em strogonoff.

A cebola foi picada finamente e o alho ralado.

Coloquei o azeite e o óleo a aquecer no tacho.

Aproveito para abrir um parêntesis e deixo a minha pequenina sugestão: não deixem o azeite e o óleo aquecer demasiado, caso contrário, preparem-se para um festival de salpicos ao adicionarem a cebola e o alho!

Depois de ter refogado um pouco, juntei o frango, que envolvi na cebola e deixei alourar um pouco, acrescentando 2 colheres de caril e os 2 grãos de piripiri que cortei com a tesoura.

Deixei tomar cor, o que não carece de muito tempo, adicionando depois a chávena de caldo de galinha.

Deixei cozinhar por 20 minutos, aproveitando para preparar o arroz brasmati.

Para a preparação do arroz, fervi duas chávenas de água. Quando levantou fervura, adicionei uma chávena de arroz e temperei com sal, mexendo com um garfo. Deixei cozinhar por 12 minutos com o lume no mínimo. Não mexi o arroz durante a cozedura para não empapar.


Da primeira vez que preparei este arroz, segui a sugestão que vi no SaborIntenso, onde sugeriam para passar o arroz por água para que ficasse mais solto. Estava de facto solto, mas comemos o arroz frio. Por isso, da segunda vez não arrisquei e limitei-me a usar um garfo para passar o arroz para o prato de servir.


Passados os 20 min da cozedura do frango, juntei as natas e as restantes colheres de sobremesa de caril.



Adorei! Mais um prato que figurará na lista de preferidos.




Bon appétit!

3 comentários:

  1. Antes de mais obrigada pela partilha.Agora uma sugestão: O leite de coco pode ser substituído por leite onde se ferveram duas colheres (sopa) de coco e este pode (deve?)substituir as natas.

    ResponderEliminar
  2. Ana,
    Obrigada pela visitinha! Gostei da sugestão. Com certeza mais saudável que as natas.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Adoro caril. Faço-o com todas as combinações possíveis, mas gosto de servir com frutos frescos. Fica a sugestão.
    Beijos, Nina

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua participação!