sexta-feira, 27 de maio de 2011

Gratinado de bacalhau com camarão

Na semana passada fomos brindados com uma visita muito especial, o meu sobrinho mais novo que, ao sairmos de casa para um lanchinho com os outros primos, encontrou um gatinho branco muito lindo. Pensando que seria de algum vizinho, e protegendo-o dos cãezitos que habituam outros apartamentos, deixámos que ficasse dentro da nossa casa. Por escassas horas tivemos o gatinho a brincar em casa com tudo o que para nós são meros objectos de decoração. O engraçado desta história, é a relação dos pequenos que entusiasmados com o bichinho, já lhe haviam dado um nome "Fofa", e já haviam decidido quem era o dono do animal. Apesar de ter sido o irmão mais novo a encontrar o bichano, e a batizá-lo, entendeu que por uma questão de respeito, a irmã também podia ser a dona!


Esta semana consegui realizar todas as tarefas a que me propus, com o objectivo de chegar ao final da semana com a casa organizada, por forma a gozar de um pouco de descanso e do maravilhoso sol que se faz sentir.


Ontem o S. fez o jantar! Aliás, tenho de confessar que ontem fui muito mimada. Tive direito a flores!


Tenho de comentar o jantar de quarta, não pela novidade, mas pelo desastre da receita! Este post será editado sem foto, mas adianto que essa situação está ultrapassada.


A receita pareceu simples, e com uma pequena mas saborosa alteração, prometia um verdadeiro manjar.


Ingredientes: - 1 posta de bacalhau; - 8 a 12 camarões; - 8 batatas tamanho médio; - 1/4 cebola; - 2 colheres de sopa de manteiga; - 3 ovos; - 3 dl de leite; - sal e pimenta q.b.


Modo de preparação: Comece por cozer o bacalhau demolhado em água fervente. Separadamente coza os camarões em água fervente temperada com sal e piripiri. Descasque e corte em rodelas finas as batatas. Derreta a manteiga e refogue a cebola. Unte um pirex de ir ao forno com manteiga e faça uma camada de rodelas de batata. Sobreponha o bacalhau desfiado, depois os camarões descascados, a cebola refogada, e termine com outra camada de rodelas de batata. Deite a mistura dos ovos com o leite temperada com sal e pimenta. Leve ao forno por 1 hora a 170ºC.


O que correu mal? Armada em expert, achei que como a batata não foi previamente cozida, devia tapar com folha de alumínio para ajudar a acelerar o processo de cozedura. Pois, o ovo ... cozeu! O que também correu mal? Apesar do meu esforço em cozer a batata que cortei o mais finamente que me foi possível, algumas tinham uma pontinha de batata crua.


Conclusão: Não vou repetir a receita, porque o S. não achou grande piada. Mas, se quiserem experimentar, porque na minha opinião foi uma boa tentativa, cortem a batata com um daqueles acessórios de cozinha que eu ainda não comprei porque, com a mania das coisas bonitinhas, não encontrei um que me agradasse. Falo de um ralador com diferentes modos de corte. A grande novidade, e que está na minha must have list, é o saladino da moulinex, que está em número 1; seguido da iogurteira, que ocupa a posição 2; e a actifry que, na terceira posição, é a que mais falta faz, mas também o equipamento mais dispendioso.


Este fim de semana temos a visita de um primo do S., o T., que é vegetariano! Por um lado é bom, porque aproveito para fazer uma mini desintoxicação, mas por outro lado estou em pânico porque não quero cozinhar nada que seja do seu desagrado. Por isso, depois de sair do trabalho vou investigar receitas. Uma coisa é certa, vou fazer sopinha.



Espero que tenham um excelente fim de semana! E que o bloguer permita comentarmos as mensagens uns dos outros sem restrições...

1 comentário:

  1. Nossa, são duas coisas q amo: bacalhau e camarão. E você conseguiu juntar os 2. Que apetite me deu, rs
    um ótimo final de semana
    bjs
    www.viviass.blogspot.com
    www.meublogdereceitasfavoritas.blogspot.com

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua participação!