quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Pizza vegetariana

Andei a actualizar a minha listagem de blogues, e fiquei impressionada com o material de qualidade que é possível encontrar. Espero que no próximo ano possa crescer um bocadinho mais com tantas sugestões interessantes! Claro que quero contribuir para essa imensa partilha de informação.

Começo já por partilhar as fotos da maravilhosa pizza vegetariana que saiu da nossa cozinha, e que estava uma delícia! Ora vejam:






(Recheio de queijo philadelphia)



Espero que gostem!

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Bolo de bolacha e amêndoa



O novo ano já espreita, e suspeito que o meu pode ser de mudança. Se perder o emprego, claro que fico preocupada, mas felizmente para mim e infelizmente para quem contribui para o aumento do crédito mal parado, existe sempre ofertas novas na minha área. Se bem que os call center começam a tomar conta do mercado, e quem trabalha ou trabalhou num cc, sabe que é sinónimo de receber mal e ser obrigatoriamente produtivo. Aquilo é só KPI's para medir o tempo com chamada, o tempo sem chamada, o atendimento e tratamento prestado, etc, etc, etc. Uma coisa é certa, saímos à nossa hora (famoso logout) e o patrão não vem correr atrás de nós a perguntar onde pretendemos estar daqui a 10 anos!


No passado fim de semana preparei uma sobremesa, mas apesar de todos terem gostado, tenho uns reparos a fazer.


Ingredientes para 6 pessoas: 250 gr miolo de amêndoa; - 300 gr de manteiga; - 250 gr de açúcar; - 300 gr de bolacha maria; - 2 gemas; - 1 tigela de café forte, frio.


Modo de preparação: Pique as amêndoas peladas e torre no forno 100 gr. Bata a manteiga com o açúcaraté obter um creme uniforme. Junte as gemas e bata mais um pouco. Misture as amêndoas moídas (não torradas). Molhe, uma a uma, as bolachas no café e coloque uma camada um prato. Deite por cima um pouco de creme e espalhe bem. Coloque mais uma camada de bolachas molhadas no café, tape com creme e vá repetindo camadas sucessivas. A última camada deve ser de creme. Barre também dos lados e enfeite com as amêndoas torradas.



O que tenho a melhorar: Devia ter triturado a amêndoa a envolver com a manteiga. Limitei-me a picar e, na minha, opinião, podia ter ficado melhor. E torrei numa frigideira antiaderente, no forno é capaz de dar aquele toque especial. Como não tinha as 250 gr de amêndoa, acrescentei pinhão que usei só para decorar.



Espero que gostem e que o próximo ano seja a casa da partida para 366 dias cheios de alegria, saúde, tempo para o que mais gostam e para quem mais gostam, e com alguns euros (ou escudos) na carteira, que apesar de não dar alegria dá sempre jeitinho.



Bom ano!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Perú com cogumelos



Viver no concelho mais rico e (supostamente) com mais licenciados por metro quadrado, não é sinónimo de educação. É verdade! Não sei se é por ter cãozinho, mas ultimamente tenho reparado que a rua anda carregada de lixo. Como é possível que as pessoas não consigam levar o seu lixo até ao caixote? Porque não reforçam os sacos que parecem mais pesados ou em risco eminente de rebentamento? Porque não têm o cuidado de apanhar o lixo que escapa? Perco minutos do meu tempo a ter o cuidado de separar o lixo, reciclar ao máximo, para depois, ter a minha rua numa miséria. Já para não contar com os cãezinhos que passeiam sem dono e, para quem, o lixo é um oásis. Espero que nenhum deles como algo indigesto. Aqui o Zequinha vai sempre acompanhado e com trela.


Aproveito para reforçar o pedido do minuto verde: RECICLEM! Aproveitem o dia de hoje para despejar o lixo do caixote e tratar da reciclagem, já que para amanhã antevese um período muito negro junto dos contentores.


Ontem cozinhámos perú. Ora vejam:

Ingredientes para 2 pessoas: - 1 asa de perú; - 1 cebola pequena picada; - azeite q.b.; - água fervente; - 5 cogumelos brancos frescos; - 1 pimento amarelo; - salsa picada q.b.; - molho de soja; - sementes de quinoa.


Modo de preparação: O perú deve marinar de um dia para o outro, temperado com sumo de limão, sal, pimentão doce, e ervas aromáticas (tomilho e alecrim). Estufe o perú preparando um refogado com metade da cebola, cobrindo com água fervente temperada com sal e deixe cozinhar na panela de pressão por 45 min. Numa frigideira larga aqueça um fio de azeite e refogue a restante cebola, acrescente os cogumelos laminados e deixe cozinhar até ficarem castanhos. Junte o pimento cortado em juliana. Limpe o perú de ossos e pele e desfie grossamente, acrescentando ao preparado anterior. Tempere com algumas gotas de molho de soja, acrescente a salsa picada e dê um toque com sementes de quinoa.


Acompanhe com batatas fritas e uma salada verde.


Para sobremesa, experimente uma papaia!




Espero que gostem! Boas festas para todos!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Conchiglioni com recheio de frango

Hoje decidi começar cada dia da semana a olhar para o mar. Infelizmente não consigo fotografar com a máquina, a mesma relativa imensidão de mar que vejo com os meus olhos.




Claro que não tem nada a ver com a maravilhosa vista com que tivemos oportunidade de acordar no passado dia 04 de Dezembro. Eu, era mulherzinha para acordar assim todos os dias. Como sou esquisita, agradecia alguns raios de sol!



Depois de faltar à natação duas semanas seguidas, ou por causa do excesso de trabalho, ou por motivo de doença (ou por motivo de preguiça), hoje lá estarei e, prometi a mim mesma, que até ao fim do ano não volto a faltar. Vamos ver se consigo cumprir!


Na última corrida ao supermercado, comprámos enormes conchas de massa (conchiglioni), que eu nunca havia comido. Pelo menos, não me lembro. Foram preparadas de forma simples, mas estavam muito saborosas.


Ingredientes:


Para o recheio: - 1/2 frango; - 5 cogumelos frescos laminados; - 1/2 cebola; - 2 clh de sopa de azeite; - 2 clh de sopa de manteiga; - 1 clh de sopa de polpa de tomate; - 1 dl de vinho branco; - 1 dl de água fervida; - 1 clh de café de tomilho seco; - 1 clh de café de salsa seca picada; - 1 clh de café de oregãos; - pitada de sal.


Para a massa: - 1 taça de sobremesa de massa; - 1,4 lt de água fervente; - sal e azeite para temperar.


Para polvilhar: - queijo ralado e salsa fresca.


Modo de preparação: Comece por preparar o refogado. Adicione os pedaços de frango e deixe alourar. Acrescente o vinho branco, depois a polpa de tomate e deixe cozinhar. Entretanto, coloque a água num tacho para cozinhar a massa. Derreta a manteiga numa frigideira para cozinhar os cogumelos laminados e reserve. Voltando ao frango. Acrescente as ervas aromáticas, retifique o tempero de sal e vá adicionando pequenas porções de água. Logo que esteja cozinhado, desfie o frango e volte a colocar no molho onde cozinhou e adicione os cogumelos que reservou. Pré aqueça o forno a 175ºC e unta um pirex de ir ao forno com manteiga. Escorra as conchas e recheie com o preparado do frango. Disponha-os no pirex e polvilhe com queijo. Vai ao forno por 10-15 min, ou até o queijo derreter. Sirva quentinho, polvilhado com salsa fresca.





Espero que gostem!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Embrulhinhos de carne de porco




Ando numa fase em que tudo me irrita. Não tenho vontade de organizar as tarefas domésticas depois de um dia de trabalho em que esta cabecinha foi obrigada a pensar em 2001 coisas. Por isso, e depois de um pequeno desentendimento com a minha chefia, comuniquei a decisão de não fazer horas extras no próximo ano. Acabou-se. Preciso sair à hora certa, para recuperar energias e tratar de pôr tudo em ordem. Depois de 1 a 2 horas extra por dia, faço o jantar e colo-me ao sofá. E quem é que arruma a cozinha? Quem prepara a roupa para lavar ou engomar? Quem separa o lixo para reciclar? Quem dá um jeito à casa de banho e demais partes da casa? Pois é! Isto tem de mudar. Só me apetece mudar a sala para o quarto e o quarto para a sala. A cozinha fica no sítio por causa da canalização...


No outro dia, tinha dois bifes descongelados e temperados, mas não me apetecia simplesmente grelhar. Espreitei um livro da Vaqueiro, que veio colado a mim quando juntámos os trapos, e lá estavam uns enroladinhos de carne em fatias de bacon. Menos saudável que a primeira opção, é verdade, mas a salada está sempre presente, pesando menos a consciência.


Ingredientes: - 2 bifes; - 2 fatias de bacon; - margarina q.b.


Modo de preparação: Triture a carne e molde em formato croquete. Enrole em fatias de bacon, não sendo necessário usar fio ou palito para prender. Leve a fritar em manteiga. Cozinha em aproximadamente 10-15 minutos.


Acompanhe com arroz de alho.

Ingredientes: - 1 clh de sopa de azeite; - 2 dentes de alho pequenos; - 2 chs de café de arroz; - 4 chs de café de água; - sal q.b.


Modo de preparação: Aqueça 1 colher de sopa de azeite e refogue 2 alhos pequenos. Acrescente 2 chávenas de café de arroz e deixe alourar. Adicione 4 chávenas de café de água fervente. Tempere com sal e deixe cozinhar por 15 minutos.


Como podem ver na foto, preparámos um ovo escalfado à moda da Nigella. O ovo foi cozido com a casca por quase 10 minutos.


O truque para a carne não ficar com aspeto queimado, é ir adicionando pequenas nozes de manteiga.



Espero que gostem!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Será bimbalhice?



Ontem fui com o S. jantar fora. Não me apetecia cozinhar, e apetecia-me conversar com o meu querido. Além do mais os últimos dias foram complicados a nível profissional e precisava afastar-me de casa. Se bem que a vida profissional foi um dos assuntos abordados.

Pedi tamboril com molho de gambas. Estava uma delícia, e o prato valeu cada cêntimo. Não comi tudo porque estava satisfeita. Como não estamos para mandar dinheiro pela janela, quando o senhor empregado veio à nossa mesa perguntar se a refeição estava do nosso agrado, respondi que sim e pedi para embalar o resto do meu jantar (2 postinhas de tamboril), pois eu tinha gostado muito.


O S. disse: "Podias ter dito que era para o gato!". Porquê ter vergonha? Não estava propriamente num Espelho de Àgua (que acho que já nem existe) ou algo que o valha. Paguei, gostei e levo comigo. Até porque, se eu fosse empregada, ao virar costas pensaria: "Deve mesmo ser para o gato! É masé pra ti, ó gorda!".


E pronto. Na minha opinião, não devemos ter vergonha, já diz o ditado que quem tem vergonha passa mal.


E vocês? Pediriam a comidinha para o gato, para o cão ou para o piriquito?

O 1º Sorteio já tem vencedor!

Agradecida a todos os participantes, não podia estar mais entusiasmada para ver quem seria o vencedor! Por isso, logo pela fresquinha, e com o apoio do ClassTools.Net, opção Random Name Picker, informo que a vencedora é:



Aos restantes participantes, agradeço uma vez mais, e aproveito para dar a notícia de que em Fevereiro teremos novo sorteio. Este será um pouco mais ambicioso! Vamos lutar pelos 200 seguidores!



Obrigada!

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

O 1º sorteio já tem prendinha!

Tenho de agradecer o apoio que os amiguinhos têm dado desde que iniciei esta pequenina aventura, que por vezes é um registo diário, e por outras semanal. Não têm sido receitas espetaculares, com fotos dignas de serem publicadas, mas é o meu cantinho! Onde escrevo o que me vai na alma, e onde "edito" as refeições que vamos preparando.


Decidida a presentear com algo útil para a cozinha, e porque o prazo está a terminar, decidi passar na loja do costume e comprar o que acho que dá sempre jeito. Lamento não ser algo produzido na minha cozinha.


A prendinha é composta por um conjunto de 3 panos de cozinha, 1 toalha de mãos e 1 pega. Acho que a cor combina bem com qualquer outra, até porque precisamos de alegria n"Os dias da Nossa Vida!".





Espero que gostem! Obrigada por estarem aqui!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Vejam quem chegou à minha cozinha!

Se tinha dúvidas quanto a se liam os meus textos, estas dissiparam-se com as mensagens que foram deixando no post anterior. Adivinhem quem está aqui em casa? O Jamie! Depois de tanto desejar ter um livrinho de culinária, eis que o Jamie Oliver edita um em que ensina a cozinhar, explica técnicas e truques, passando pela conservação e preparação dos alimentos. Nem pensei duas vezes. Agora, só falta arranjar uns minutinhos por dia para me deliciar com os momentos de leitura que, espero, me inspirem para vos poder inspirar!





Espero que gostem da novidade!

Lasanha de carne




Afinal, o que é para mim o final de um ano e a entrada num novo ano? Num jantar com um grupo de amigos, desabafei que para mim, mais não é do que mais um dia. Mas, não. Claro que não é apenas mais um dia. Já dou por mim a desejar novas férias de verão, fazer planos para mudar a rotina, desejar concretizar outros objetivos que sejam voltar a estudar. Logo, não me é indiferente. De alguma maneira, e tenho de o admitir, entro numa nova fase.



Ultimamente o trabalho aperta, sim, porque desde meados de novembro que parece que as pessoas acordaram para a vida e perceberam que o ano está a dois passos de terminar. Por isso, resumo o meu trabalho de todo o ano a 1 mês e meio de loucura. Se a uns apetece ganir, a mim só apetece gritar.


O S. fez anos e eu tinha decidido preparar uma lasanha, quando me lembrei que para ele, um jantar especial tem de ter batatas fritas. Logo, não preparei a lasanha, mas não desisti e, dois dias depois lá estava eu, a prepará-la como nunca havia preparado!


Tenho uma novidade para partilhar! Mas, agora a receita!


Ingredientes:

Para o recheio: - 1 cebola picada; - 2 a 3 clhs de sopa de azeite; - 200 gr de carne picada de porco; - 1/4 de chouriço picado; - 4 a 5 cogumelos brancos frescos laminados; - 1/2 courgette triturada; - 2 clhs de sopa de polpa de tomate; - água fervida q.b; - salsa picada.


Para o molho béchamel: 4 clhs de sopa de manteiga; - 4 clhs de sopa de amido de milho; - 8 dl de leite; - 4 dl de natas; - noz-moscada, pimenta, sal q.b.


Para rechear: - massa cannelonni pré-cozinhada.


Para polvilhar: - queijo ralado.


Modo de preparação: Comece por preparar o refogado. Estando a cebola branda, acrescente a carne picada e envolva bem na cebola. Adicione os cogumelos. Depois a polpa de tomate, o chouriço e a courgette. Vá adicionando pequenas porções de água fervida e retifique o tempero de sal. Aromatize com salsa picada. Reserve. Para o molho béchamel, derreta a manteiga numa panela, acrescentando a farinha que é importante que não deixar queimar. Adicionar o leite misturado com metade da quantidade das natas. Mexer bem até engrossar ligeiramente. Retire do lume, acrescento o resto das natas e tempere com noz-moscada, pimenta e sal. Reserve. Num tabuleiro untado com manteiga disponha os rolos recheados e deite sobre eles o béchamel. Polvilhe com queijo ralado.


A minha sugestão: Apesar de ser massa pré-cozinhada, das duas uma: ou preparamos o prato com antecedência e, deixando repousar, a massa fica no ponto; ou, damos uma cozedura na massa. Eu, prefiro a primeira.




Estava uma delícia!


Espero que gostem!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Pizza de carne







Acabou-se. Estou farta de tentar conciliar tudo e todos. Agora, digo sem medos: "Não tenho tempo". Se todos podem usar desta premissa, porque é que eu me limitava a um: "Trato já!"? Será que não posso esquecer? Deixar para depois? Ou simplesmente, não me apetecer?




Na semana passada a minha cozinha sofreu uma quebra de equipamentos! A balança pifou, e tive de recorrer às medidas que comprei e aguardavam uma crise destas para serem usadas.





Esta foi a melhor pizza que alguma vez preparei! E, por isso, tenho o dever de a partilhar.



Ingredientes para uma pizza familiar:

Ingredientes para a massa: - 2 cups de farinha T65; - 1 colher de café de sal; - 1 colher de chá de ervas secas a gosto; - 2 dl de água morna; - 5 gr de fermento de padeiro; - 1 colher de sopa de azeite; - pão ralado para polvilhar o tabuleiro.



Ingredientes para o recheio: - 2-3 colheres de sopa de polpa de tomate; - água q.b.; - 1/2 cebola picada; - fio de azeite; - queijo ralado; - 3-4 fatias de paio; - 1/2 farinheira previamente cozida; - 1/2 chávena de chá de carne picada cozinhada; - 1 pimento verde; - 1/2 cebola; - sementes de sésamo para polvilhar.


Modo de preparação:

Preparação da massa: Comece por juntar à farinha o sal e as ervas e misture com a vara de arames. Na água morna desfaça o fermento e acrescente o azeite. Faça uma cova no centro da mistura da farinha e vá deitando a água aos poucos. Mexa-a suavemente, permitindo que a farinha absorva a água. Logo que a farinha comece a descolar das paredes da tigela, significará que está boa. Retire da tigela e deixe-a levedar sobre a bancada aproximadamente 30 min, levemente untada com farinha e tape com um pano de cozinha limpo e seco.

Recheio da pizza: Antes de cortar e preparar o molho de tomate, ligue o forno a 200ºC e polvilhe um tabuleiro com pão ralado. Molde a massa a gosto e deite sobre o tabuleiro. Disponha sobre a massa o preparado de tomate (tomate, água e cebola), polvilhe com o queijo ralado. Distribua as carnes a gosto. Decore com cebola e pimento. Leve ao forno por 20 min. Passados 10 min abra o forno e polvilhe com as sementes de sésamo.




(Antes de ir ao forno)


O tempo total de preparação deve rondar os 50 minutos. O bom da pizza, é que podemos compô-la com a mistura de ingredientes que mais nos aprouver.


Sugestão: Acompanhe sempre com salada.


Espero que gostem!

Lembro que o sorteio continua! Inscrições aqui!