quinta-feira, 28 de março de 2013

Como me organizo

Não faço disso segredo, pois os que privam comigo sabem que a minha maior debilidade é de carácter financeiro. Desde que trabalho, e já lá vão uns 17 anos, que é raro o mês em que consigo chegar ao último dia com mais um dígito na casa das dezenas. E este comportamento verifica-se não só na conta bancária como na carteira. 

Tentei de tudo. Desde não andar com o cartão comigo a tomar nota de tudo o que comprava. Fui um bocadinho mais longe e, numa tentativa de terapia, escrevia dezenas de vezes uma qualquer mensagem, como por exemplo: "Não preciso de nada". Mas a realidade é que acabava sempre por chegar ao fim do mês e repetir o final do mês anterior.

Inicialmente qualquer técnica pode revelar-se interessante, e eu até posso estar 100% motivada para ter sucesso, mas acabo sempre por, no meio da minha organização, desorganizar-me e perder o fio à meada.

Para poupar dinheiro, para mim, a única solução é ter produtos financeiros com o banco ou com a seguradora. Mensalmente retiram da minha conta uma determinada importância, e assim, sei que nem tudo está perdido.

Claro que nem sempre respeito a data fim, acabando por resgatar para responder a alguma necessidade. Mas insisto em ter um ou dois, em diferentes instituições, para garantir que se precisar tenho algum dinheiro de parte.

No ano passado usei uma agenda, mas entendi que não supria todas as minhas necessidades, por isso, este ano, decidi comprar um caderno e dividi-lo a meu gosto. Criei os seguintes separadores:

"Inventário e Planeamento das refeições" onde fiz o inventário em Janeiro, em jeito de estreia da agenda, fui rectificando conforme foram acontecendo alterações, mas fiquei por aí;
"Apuramento das despesas mensais" elaboro um mapa, onde registo as despesas de alimentação, combustível e diversos, que me permite ter consciência de quantas vezes vou às compras, ou abasteço o carro, ou dou asas a um devaneio qualquer;

"Tarefas Dia" acaba por ser o mais escrevinhado, onde registo o que pretendo fazer ou o que deveria ter feito, numa tentativa de meditação sobre o dia e melhoramentos a seguir. É neste espaço que escrevo as receitas que improviso e cujo resultado final é aprovado. Também é onde anoto os truques e dicas culinários que vou aprendendo;
"Preciso de" complementa a lista de compras, pois existem sempre ingredientes e itens da casa que sei que preciso mas esqueço sempre de comprar;
"Poupança" onde registo as entregas que vou fazendo e, onde pretendia dar início a uma espécie de poupança doméstica, retirando uma determinada importância dos nossos plafonds e colocando-a num envelope, tendo fracassado nesta última resolução.

Acho que posso dar a desculpas das mudanças, para justificar os meus erros. Sou da velha guarda. Tenho de ter as coisas em papel, escritas por mim. E, de preferência, tudo no mesmo espaço. Detesto ter muita coisa, por isso, o caderno pareceu-me interessante.

E vocês? Como se organizam?

11 comentários:

  1. eu sou do mais desorganizado que existe, mas tenho um marido que faz muito bem esse papel!

    ResponderEliminar
  2. Eu tambem não uso agenda.
    Não me enquadro! Também uso um caderno que serve para tudo... agenda, bloco notas, registo de ideias... enfim... só mesmo eu o entendo!

    Beijinho e boa Páscoa

    ResponderEliminar
  3. Mais ou menos como tu, sou adepta do caderninho, mas a internet e as aplicações do telemóvel da muito jeito também.
    Curioso é que acabei de publicar algo semelhante.
    Beijinhos e boa Páscoa

    ResponderEliminar
  4. Olha.... Acho que me vejo um pouco em ti... Tento escrever tudo... Mas a verdade é que me vejo com muitas dificuldades em poupar. E tudo se acontece a partir do dia 13 ou 14 de cada mês!!!!! No início começo sempre muito organizada a meio do mês... Lá me esqueço de apontar... Sou um caso perdido... :P

    ResponderEliminar
  5. quando trabalhava não podia andar sem agenda, mas agr q estou em casa organizo-me como tu, tenho um caderninho para as coisas que tenho que fazer, e tenho um dossier A5 com menus, inventários, gastos, números de tlf importantes, receitas mais usadas em casa, etc... qd a poupar, só consigo manter à risca qd tenho um objetivo. Neste momento quero uma máquina de lavar loiça e estou a apontar nessa direção. enquanto não conseguir não descanso.

    ResponderEliminar
  6. Sabe como consegui juntar alguem dinheiro???
    nuncaaaa sobrava nada, nunca.
    Bom, nos ganhamos mto pouco (marido e eu juntos).
    Minha cunhada deu de presente para minha filha de um ano e meio, uma latinha,è uma mini poupança, sò q è "a prova de pais" como ela mesma citou.
    Pois pra usar o dinheiro q esta dentro, sò cortando, e da mta pena cortar! em 4 meses ficou cheia, deve ter uns 150 dolares...pouquisssimooooo, mas pra quem nao juntava NADA NADA, è uma boa neh?
    bjsssss

    ResponderEliminar
  7. Caras amigas, muito obrigada pelas visitas e comentários!
    Claro que não sou a única a padecer deste pequeno problema. Bem que podíamos abrir um daqueles centros de apoio! :)
    Magda, cedi a minha máquina à minha mãe. E estava tão contente por a ir ter de volta. Por isso, agora estou como tu, tenho de juntar dinheiro para a conseguir, mas para já o plano é outro. Se tiver sucesso partilho aqui!
    Beijinho a todas

    ResponderEliminar
  8. Olá Lu! Também já tentei uma latinha, que até ganhei num concurso promovido pela Sandra no seu blogue, mas ao final de um mês já estava de tesoura na mão a abrir. Consegui juntar 40€ nesse espaço de tempo. Fiquei tão desiludida. Por isso concluí que sou um fracasso no que toca a poupança. :(

    ResponderEliminar
  9. És muito organizada. Eu não faço nada, tento só mentalizar-me que não preciso de nada, mas não é fácil! :D

    ResponderEliminar
  10. Eu gostava de ser assim, mas não passo da primeira semana, não vale a pena não sou nada organizada.
    Consigo "a muito custo" por uma notinha de lado todos os meses para uma "extravagância" que apareça e no ppr nunca lá vou tocar....

    ResponderEliminar
  11. Olá Chic e Pinta! Sejam bem vindas! Comigo o processo de mentalização não é suficiente... E Pinta, fazes muito bem em não mexer no PPR! Isso é que é ser persistente! :)
    Beijinho

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua participação!