quinta-feira, 21 de março de 2013

Salada russa

Em tempos pensei como muito boa gente, de que a bimby é para quem não sabe cozinhar. Se podia estar mais errada? Impossível. Para todos os efeitos é uma panela que, para ser usada tem de se saber cozinhar. Claro que inicialmente (e ainda hoje) andava coladíssima ao livro base. Porque existiam algumas coisas que me faziam confusão. Porque não percebia muito bem a função das velocidades, combinadas com a temperatura, com lâmina inversa, ou com modo espiga. Enfim. Como tudo, inicialmente parecia demasiado complicado. Mas não. Nada disso. Depois da demonstração e da leitura da introdução do livro base e do livro de instruções (que recomendo a todos), esclareci algumas dúvidas que tive aquando das primeiras utilizações. Já começo a preparar algumas receitas sem ir ao livro.

Mesmo assim, frequentemente esquecia alguma das suas multifunções. Por exemplo, no outro dia fui ao Pingo Doce, quase em hora de fecho, e o talho já não tinha quase nada de jeito. Queria carne picada, mas o senhor disse que não picaria a carne porque não tinha a máquina (não me perguntem porquê, mas soo a preguiça). Optei por comprar outra coisa qualquer, já nem lembro o quê, e já em casa lembrei que poderia ter comprado um pedaço qualquer e triturar na bimby, que foi o que fiz num outro dia.

Muitas outras coisas tenho improvisado. Fiz sopa e aproveitei para cozer a vapor maçã reineta. Ah! Mas isso fica para outro post!

O que agora quero comentar, é a salada russa que preparei.


Ingredientes para 3: - 3 batatas tamanho médio (mais para o pequeno); - 1 cenoura grande (ou 2 pequenas); - taça de ervilhas (+/- 200 gr - não é exagero, é muito bom - adoro ervilhas); - 3 ovos; - 2 latas de atum (usei ao natural, 0,10€ mais barato); - sal q.b.; - maionese.

Modo de preparação: No copo coloque 1 litro de água e o cesto. Coloque os ovos e o sal (não abuse, a qualquer momento pode rectificar o tempero!). Programe varoma/10 min/vel colher. Passado esse tempo e, sem necessitar abrir a tampa, coloque as batatas descascadas e cortadas aos cubos, a cenoura e programe varoma/10 min/vel colher. Quando o tempo terminar, acrescente as ervilhas, rectifique o tempero e marque mais 5 min. Escorra e sirva quentinho! A maionese, deixe que cada um adicione a gosto!

Espero que gostem! Esta, é daquelas refeições que sabem a primavera! 

10 comentários:

  1. Pois minha linda Ana Rita, nao é que eu tenho uma bimby ha mais de 1 ano e so nos ultimos meses é que ela se tornou uma aliada de peso lá em casa??? pois é a mais pura verdade... ate aqui estava lá paradinha no seu cantinho!!!!

    Que delicia de salada russa, gosto muito!!!

    Beijocas

    Margarida

    ResponderEliminar
  2. A Bimby é uma grande ajuda na cozinha, já não me dava sem ela.
    A salada está com um aspeto muito gostoso.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. É uma aliada sim senhora! E não se trata de nos limitarmos a "espetar" com os ingredientes lá para dentro! Tem pouca ciência e a grande vantagem que vejo, é que como cozinha com temperaturas mais elevadas, a comida fica muito mais apurada.
    Margarida, com certeza que agora irás utilizar a bimby com muito maior regularidade! O problema é começarmos! :)

    ResponderEliminar
  4. Ola.
    Tenho a minha bimby apenas à mes e meio mas já se tornou uma ajudante frequente.
    Ainda recorro muito aos livros mas nao ja nao sei viver sem ela.
    Nao faço nada que nao fizesse antes ma faço-o melhor e mais rapidamente.
    Bjs
    http://come-bebe-sorri-e-ama.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Olá Ana,
    Que aspecto fantástico.
    Já comia ;)
    Beijinho e bom fim-de-semana
    Selene

    ResponderEliminar
  6. Comprar ou não comprar a Bimby, eis a questão!
    Cozinho bem... Vá, muiiiito bem!
    Cozinho, quase sempre, só para dois (gatos pingados)
    Compensa ou será mais um trambolho?
    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Querida Nina, os teus dotes culinários estão mais do que aprovados! Um dia lá chegarei! Também somos dois gatos pingados e ela tem dado imenso jeito! (Para já porque continuamos sem fogão) Mas é a conclusão a que chegamos, os cozinhados ficam muito mais apurados. Por isso, recomendo! Depois, é a questão de programar e não ter de preocupar. Por exemplo, ontem, enquanto ela fazia o jantar (dourada ao sal) eu limpei a casa de banho, e não precisei de a controlar. :)

    ResponderEliminar
  8. Vim desejar um Bom Fim de Semana e me deparo com esta Delicia ‘8)
    Beijos Márcia (Rio de Janeiro - Brasil)

    http://decolherpracolher.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Temos 2 verbos diferentes, o verbo suar e o soar. Neste caso a preguiça devia estar a transpirar... É cada calinada que até dói...

    ResponderEliminar
  10. Olá Anónimo! Obrigada pela correcção! :) Gostaria de convidá-lo a seguir com a leitura atenta e revisão da escrita! Faço questão de apresentar uma escrita com poucas falhas! Já agora, espero que tenha recuperado das dores! :)
    Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua participação!