quinta-feira, 25 de abril de 2013

Continuando a esvaziar o congelador parte 2! (Moelas)

Continuo com a missão de esvaziar o congelador, principalmente no que a carne diz respeito, por isso, e como havia adiantado, não estranhem as ementas. Este foi o jantar de segunda. Missão cumprida: acabaram as moelas que estavam a ocupar espaço. Como é que elas apareceram no congelador? Passo a explicar, costumava (sim, porque a partir deste mês acabou-se) comprar no talho (que suponha de confiança) o saco económico. Era qualquer coisa como 10 kg de carne por 30€. Feitas as contas ao que costumava gastar mensalmente, concluí que pouparia cerca de 10€, e não estou a contabilizar o combustível. Claro que o senhor talhante tem de ter o seu lucro, tendo admitido que acrescentar os miúdos, moelas e fígado, era a sua forma de o conseguir. Com os miúdos lá iam saindo algumas canjinhas que sabiam mesmo bem. Com as moelas, lá fui preparando o prato típico e que é do agrado de muitos. Mas, são coisas que cansam e que não são muito aconselháveis para diversificar. Será que caril de moelas existe? Bom, adiante. Comecei a chatear-me com o senhor do talho, porque quando fazíamos a encomenda, indo apenas à loja recolher, encontrávamos alguma surpresa que não era suposto estar incluída no saco, caso dos fígados. Entretanto, a gota de água, foi a última compra. A encomenda foi feita com a devida antecedência, foi tudo muito bem combinado. Mas, o saco foi entregue na casa da minha mãe e nem imaginam como fiquei furiosa quando percebi que a carne não estava tão fresca como habitualmente. Resumindo, fui enormemente enganada. A solução? Muito simples. Não volto a comprar no mesmo talho. Porque era cliente frequente em conjunto com a mãe. Porque sempre recomendei. Porque me desiludiu. 

E pronto, estou feliz e contente por já ter riscado da lista as tais das moelas! 


Ingredientes para 4 pessoas:
- 1 kg de moelas;
- massa de pimentão;
- 1 cebola;
- azeite;
- 1 colher de sobremesa de colorau;
- 1 colher de sobremesa de piri-piri;
- 1 colher de sobremesa de oregãos;
- 1 colher de sobremesa de ervas de provence;
- 30 gr de vinho do porto;
- picles, salsa e azeitonas q.b.

Modo de preparação:
1 - Lave e limpe as moelas de gorduras (felizmente tinham muito pouca). Corte-as a gosto. Deixe a marinar temperada com a massa de pimentão.
2 - Prepare o refogado. Adicione as moelas e deixe cozinhar. Vá mexendo. 
3 - Acrescente o vinho do porto e rectifique o tempero com o colorau, o piri-piri, os oregãos e as ervas de provence. 
(O tempo total da cozedura deve ter chegado aos 30 minutos).
4 - Polvilhe com azeitonas, picles e salsa picada.


Acompanhámos com salada de alface e tomate e batatas fritas de pacote (juro que comi pouquinhas) e uma cervejinha fresquinha.

Quando acompanhar alguma comida com batatas fritas de pacote, não leve o pacote para a mesa, deite algumas sobre o prato. Reduzirá o seu consumo!

O S. ainda torceu o nariz: "O quê? Vamos jantar um petisco? Vou ficar com fome". Eu: "Tens caldo verde no frigorífico!".

Conversa puxa conversa e comemos quase tudo! (Gordos)

Espero que tenham gostado! A próxima receita não é propriamente um aproveitamento, mas ajudou a esvaziar mais um bocadinho!

Bom feriado!

2 comentários:

  1. Adorei essas moelas nunca fiz assim mas vou fazer pois tem mesmo um aspecto delioso
    bjs

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua participação!