quinta-feira, 19 de maio de 2016

Guisado de chambão

Participei num workshop promovido pelo Espaço Lua com o tema Ser Mulher. Foi um momento de partilha de experiências, bastante inspirador e muito motivador. Tinha como principal objetivo dar-nos a conhecer a nossa força interior e ensinar a ouvir mais a nossa intuição ao estarmos mais conectadas à terra. Aproveitada a oportunidade de poder participar saí com energias renovadas e muita motivação. Percebi que tenho de melhorar o conhecimento do EU e se lhe der mais importância talvez as coisas corram de feição!

No sábado passado tive de acordar mais cedo para emprestar o carro à minha irmã. Aproveitando que estava de pé e que a família ainda dormia fui ao supermercado fazer compras com o propósito de adiantar algumas refeições.

Comprei carne de novilho para preparar a habitual jardineira à moda da Rita, mas acabei por usá-la para seguir a receita de guisado de chambão do Jamie Oliver. Pela primeira vez, que eu esteja recordada, preparei algo no forno por 3 horas! Como era de esperar ficou uma delícia! 

Ingredientes:
- azeite;
- 2 cebolas roxas (usei cebola branca);
- 3 cenouras;
- 3 talos de aipo (não usei);
- 4 dentes de alho, com casca:
- raminhos de rosmaninho fresco (não usei);
- 2 folhas de louro;
- 1 mão cheia de cogumelos porcini secos (não usei);
- 1 pau de canela;
- 1 kg de chambão;
- sal marinho e pimenta acabada de moer;
- 1 colher de sopa de farinha;
- 2 latas de 400 gr de tomate;
- 2/3 de uma garrafa de chianti (não usei).

Modo de preparação:
1/ Pré-aqueça o forno a 180ºC.

2/ Numa caçarola de fundo pesado e resistente ao calor, aqueça um pouco de azeite e frite levemente as cebolas, as cenouras, o aipo, as ervas, os cogumelos e a canela durante 5 minutos, até amolecerem ligeiramente. (Este processo fiz no forno e usei a púcara)

3/ Entretanto, passe os pedaços de carne por farinha temperada, sacudindo o excesso. (O ideal é peneirar a farinha) Junte a carne à caçarola e misture tudo.

4/ Junte os tomates, o vinho e uma pitada de sal e pimenta.

5/ Tape com uma camada de folha de alumínio e a tampa e enfie no forno pré-aquecido durante 3 horas ou até a carne ficar tenra e se desfazer com uma colher. Retire o pau de canela e os ramos de rosmaninho e sirva.

O empratamento não é o meu forte e muito menos a fotografia. Mas, deixo a sugestão porque adorei!



Espero que gostem!

6 comentários:

  1. Olá, Ana Rita!
    Parabéns pelo prato que de certeza ficou delicioso, pois essa carne é saborosíssima. Nunca a preparei no forno, mas a tua receita convenceu-me.
    Bom fim de semana.
    Beijinhos, querida.

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Nina! Tenho quase a certeza de que também não havia preparado no forno. E o resultado foi tão bom que tinha de partilhar! :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Ficou com excelente aspecto e a conjugação de sabores parece deliciosa :)
    Beijinhos ...
    Guloso qb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Carla! Para mim a foto não tem a qualidade merecida, mas garanto que estava muito saboroso! ;)
      Beijinho

      Eliminar
  4. Sou fã de comidas de forno! É do mais prático e cómodo que há! Por acaso já há alguns dias que não faço e agora apetecia-me comer esse pratinho! Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo do mais fácil! Enquanto preparei o guisado, que foi o almoço de domingo, preparei as almôndegas cozidas a vapor na bimby e que foram almoço de sábado! ;)
      Beijinho

      Eliminar

Obrigada pela tua participação!