quarta-feira, 19 de julho de 2017

Toalhitas antitransferentes

Incrédula foi como fiquei ao ver este produto disponível no super aqui da zona. Decidi experimentar em versão marca branca.
 
Encantada foi como fiquei depois da primeira utilização.
 
O que mais me impressionou foi que achei os brancos mais brancos. E, por isso mesmo, decidi escrever este post.
 
Ultimamente lavo muito mais roupa, principalmente por estarmos em fase de "desfralde". Quase todos os dias vem roupa com chichi da escola, assim como é frequente ter de lidar com um ou outro chichi em casa. Costumo passar logo por água ou deixar num baldinho até preparar próxima máquina. Já ponderei começar a lavar a roupa à mão, mas a falta de tempo para tarefas domésticas tem dificultado e obrigatoriamente tenho de simplificar. Lavar à mão não é simplificar. Por isso, muito obrigada a quem inventou as toalhitas!
 
A educadora diz que é normal terem passado dois meses sem que a Leonor decida pedir para ir ao bacio. Eu pensava que seria suficiente, mas não. Ao que parece esta tarefa é demasiado chata e brincar é muito mais giro. Por isso, a minha pequenina prefere fazer as necessidades e ponto. Depois aparece junto de mim de pernas arqueadas e a pedir socorro. Já me aborreci mais. Agora, e depois do esclarecido pela educadora, respiro fundo e lembro-a de que tem de pedir para ir ao bacio. Prevejo que terei um verão muito interessante.
 
Até já!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua participação!